10 exercícios de escrita terapêutica para aliviar a ansiedade (2023)

Lidar com a ansiedade gerada pela pressão do dia a dia não é tarefa fácil. Nenhum sistema educacional nos ensina a conhecer e trabalhar com nossos sentimentos. Por isso, ao enfrentarmos situações adversas como a quarentena decorrente da pandemia, é normal que os níveis de preocupação, estresse e ansiedade aumentem. Por sorte, escrever é uma ótima maneira de exercitar autoconhecimento – ainda mais se você tiver a ajuda de exercícios de escrita terapêutica.

Escrita terapêutica é exatamente o que parece: o ato de utilizar a escrita como ferramenta terapêutica. Inúmeros estudos apontam a prática, também chamada de escrita expressiva, como uma forma de aumentar a imunidade e também de atenuar dores e sintomas de doenças já diagnosticadas.

Quem pode praticar a escrita terapêutica?

Para muitos, escrever é o primeiro passo antes da terapia tradicional – ainda mais se a grana estiver curta. No entanto, apesar de ser uma alternativa mais barata, os exercícios de escrita terapêutica não excluem a terapia tradicional. Pelo contrário, partilhar com alguém os seus textos é parte do tratamento terapêutico – e o profissional indicado para isso é o psicólogo.

De acordo com o site A Mente é Maravilhosa, todos podem utilizar a escrita como ferramenta terapêutica, mas, para aproveitar os benefícios da prática, é preciso tomar alguns cuidados:

  1. Se você já fica ansioso ou apreensivo só de pensar em escrever, primeiro descubra e trabalhe o que te deixa assim em relação à escrita;
  2. Deixe em segundo plano questões de gramática, ortografia e coerência enquanto estiver escrevendo;
  3. Escreva para você, sem se preocupar com o que os outros vão pensar caso leiam os seus escritos.

Mesmo que todos possam utilizar a escrita expressiva, pessoas introvertidas costumam se beneficiar mais com a prática. É muito mais fácil contar ao papel do que verbalizar traumas, desejos e sentimentos – além de ser uma forma eficaz de organizá-los e vê-los de um novo ângulo.

Do que eu preciso para praticar a escrita terapêutica?

Toda escrita tem um propósito e um método, inclusive a terapêutica. Para realizar os exercícios a seguir, proporei um pequeno ritual, que pode ser modificado de acordo com a sua preferência.

  1. Reserve um tempo (10 ou 15 minutos) e um horário (logo depois de acordar, antes de dormir, etc) específicos no seu dia para realizar o exercício;
  2. Escreva sempre no mesmo local, de preferência afastado de distrações;
  3. Determine por quantos dias você realizará o exercício;
  4. Separe um caderno para praticar. Além de ver o resultado físico das suas reflexões, escrever à mão te deixa mais focado.
  5. Permita que seus pensamentos fluam sem julgamentos, tanto seus quanto dos outros.

Agora que você já conhece os benefícios e sabe como praticar a escrita terapêutica, vamos ao que interessa: aos exercícios.

10 exercícios de escrita terapêutica

Escrever sobre os próprios sentimentos e aflições nem sempre é tarefa fácil, em especial quando o turbilhão da ansiedade atrapalha nossa capacidade de refletir sobre o que está acontecendo.

Os exercícios de escrita terapêutica abaixo têm o objetivo de te ajudar a se focar em alguns aspectos da sua vida para organizá-los sem pressão.

No entanto, se mesmo assim você sentir dificuldades em executá-los, tenho uma dica: tenha como ponto de partida o seu momento atual, não em quem você já foi ou em quem você gostaria de ser.

1. Organize em listas o que passa na sua cabeça (de bom e de ruim)

Escolha um tema e faça uma lista de tudo o que estiver relacionado a ele. Por exemplo, se você estiver no meio de uma crise de ansiedade, liste todos os fatores que te deixam ansiosa ou ansioso. Faça o mesmo com medos, traumas, tristezas, etc.

(Video) Exercício de ESCRITA TERAPÊUTICA para lidar com a ANSIEDADE.

Caso esteja muito deprimido ou preocupado, procure também fazer listas de tudo que te faz bem. Liste alegrias, pessoas, músicas, alimentos, situações e tudo mais que te faz feliz.

Considere também fazer uma lista de gratidão: agradeça, no final do dia, três fatos que fizeram o seu dia melhor. Pense em momentos simples, como a companhia de alguém, a comida na mesa ou a água encanada, por exemplo.

Se sua vida estiver muito bagunçada e você tiver dificuldades em realizar todas as atividades que gostaria, liste como você gasta o seu tempo durante a semana. Escreva as atividades e quanto tempo você necessita para executar cada uma delas.

Listas são uma ótima maneira de organizar a sua vida, porque elas ajudam a clarificar o que quer que esteja passando com você. Por isso, sempre que as coisas ficarem muito bagunçadas aí dentro, realize esse exercício de escrita terapêutica para limpar preocupações e focar no que realmente importa.

2. Escreva uma carta para alguém (ou uma situação) e nunca a mande

Pense naquela pessoa para quem você precisa desabafar algo (um trauma, um medo, uma saudade) e escreva tudo o que você sempre quis dizer para ela. Escreva sem remorso nem receio de machucá-la com suas palavras – afinal, você nunca mandará essa carta para ela.

Produza o quanto precisar, quantas cartas forem necessárias. Escreva de forma livre, como se você estivesse conversando com essa pessoa. De preferência, escreva no papel ao invés de na tela, já que a tela está a um passo da mensagem.

Depois de escrever, você pode queimar, rasgar, jogar fora ou guardar a sua carta. O mais importante é não cair na tentação de mandar o que você escreveu para a pessoa antes de reler e avaliar se é realmente necessário falar tudo.

Você também pode escrever uma carta para uma situação que te incomoda. Eu já escrevi uma carta para a literatura quando estava confusa sobre o meu caminho como escritora. Nessa lógica, o que você diria à pandemia, ao coronavírus ou a qualquer outra situação que te incomoda?

Da mesma forma que listar organiza seus pensamentos, escrever uma carta para alguém ou algo dizendo tudo o que você sempre quis dizer desata vários nós na garganta e alivia pesos que você não precisa mais carregar.

3. Escreva uma carta para você

Escreva uma carta para a pessoa que melhor te conhece: você. No entanto, ao invés de usar os verbos na primeira pessoa (eu me sinto assim, eu estou assado, etc), escreva na terceira pessoa (você se sente assim, você está assado, etc). Comece citando seu nome e perguntando como está, como se você não fosse você. Por exemplo:

Oi, Mylle. Como você está? Você notou todas as coisas boas que aconteceram com você nos últimos meses? Você sempre quis reservar um tempo a mais para escrever, agora conseguiu.

E assim por diante. O que você se diria agora, nesse exato momento da sua vida? Como você se trataria? Com amor, com raiva, com cuidado, com indiferença? O que você se contaria de novidades?

(Video) Exercício de Escrita Terapêutica | Prática de 10 minutos

Depois de escrever, você pode fazer o que quiser com a sua carta – rasgá-la, queimá-la, jogá-la fora ou programá-la para ser enviada ao seu eu do futuro.

4. Imagine sua ansiedade como um monstro e escreva uma história sobre ele

Já que o foco da Oficina de Escrita é criar histórias, nada melhor do que transformar nossos medos em personagens – ou melhor, em antagonistas da nossa narrativa. Pense que sua ansiedade é um monstro terrível e escreva uma história para ela.

A partir daqui, use a imaginação para criar as mais diversas situações. Comece fazendo se fazendo algumas perguntas. Qual é a aparência da minha ansiedade? Como ela cresceu tanto e se tornou o que é hoje? Eu preciso vencê-la ou compreendê-la e aliar-me a ela?

Transformar a sua ansiedade em um personagem te ajudará a vê-la de fora, sob uma nova ótica. Se antes do exercício de escrita terapêutica ela era um enorme bicho de sete cabeças, depois caberá, de tão pequenininha, na palma da sua mão.

5. Entreviste seu eu do passado e do futuro

Às vezes, a fonte dos nossos traumas e ansiedades está na culpa de quem fomos ou na expectativa sobre quem seremos. Se você estiver pronto para investigar o seu passado ou conjecturar sobre o futuro, realize uma entrevista consigo mesmo.

Para entrevistar seu eu do passado, escolha um período específico da sua vida. Você pode entrevistar o seu eu bebê, seu eu criança, adolescente ou adulto. Se preferir, pode ser mais específico, entrevistando-se em um determinado ano, mês ou até em um dia do passado.

Ao fazer uma entrevista com o seu eu do passado, você lidará com as suas memórias. Pergunte-se como você está se sentindo, o que está vestindo, quem são seus melhores amigos, o que está acontecendo de importante na sua vida, etc.

No outro extremo, você pode entrevistar o seu eu do futuro. Para realizar o exercício, você também escolherá um período, só que dessa vez no futuro. Você pode entrevistar o seu eu de amanhã de manhã, do mês que vem, do ano que vem ou o eu de daqui cinquenta anos.

Nesse caso, você lidará com a sua projeção, como você se vê no futuro. Da mesma forma, pergunte-se como você está se sentindo, o que está vestindo, quem são seus melhores amigos, o que está acontecendo de importante na sua vida, etc., mas lembre-se que se tratam de possibilidades e não de planos para o futuro.

Escrever sobre o passado te ajudará a deixar alguns pesos para trás; já escrever sobre o presente fará com que você veja aonde quer chegar. Dessa forma, as entrevistas te ajudarão a afirmar a sua personalidade e a localizar o seu eu no momento presente.

6. Imagine que sua personagem favorita de ficção tem os mesmos problemas que você e como ela ou ele os resolveria

Este exercício de escrita terapêutica é similar ao monstro da ansiedade, só que dessa vez você se transformará na sua heroína ou no seu herói favorito.

Escolha o personagem de ficção que mais te agrada e troque de lugar com ele por um tempo na sua imaginação. Como ela ou ele resolveria os problemas da sua vida? Quais soluções encontrariam para os seus dilemas? O que estariam dispostos a arriscar para atingir seus objetivos?

(Video) ESCRITA TERAPÊUTICA - EXERCÍCIO PARA ANSIEDADE + EFT

Se você é escritor, já deve ter notado uma similaridade dessa proposta com exercícios de escrita criativa – e não é para menos. Quando um escritor não sabe muito bem como dar sequência a sua narrativa, é comum ele se fazer a seguinte pergunta:

Se eu fosse esse personagem, nessas circunstâncias, como eu agiria?

A pergunta central é a mesma, com a diferença que agora as circunstâncias são reais, as da sua vida. Reflita um pouco e crie uma história – talvez você encontre formas de lidar com seus problemas que só o seu personagem favorito poderia sugerir.

7. Comece o seu texto com a frase “Lembro-me de me sentir… quando…”

Se você prefere escrever de forma mais livre, uma boa ideia é usar apenas uma frase inicial. Nesse exercício de escrita terapêutica, você começará seu texto com “lembro-me de me sentir… quando…” e seguirá escrevendo o que quiser.

Para isso, escolha um tema e encaixe-o na frase proposta. Por exemplo, “Lembro-me de me sentir ansiosa quando tive que esperar três dias pelo resultado da prova” ou “Lembro-me de me sentir feliz quando ganhei meu primeiro cachorro”.

Depois de formular a frase inicial, permita que o fluxo de consciência aconteça. Dessa forma, você lidará com as suas memórias, só que de uma maneira menos direcionada do que no exercício de entrevista com o eu do passado.

Esse exercício de escrita terapêutica o ajudará a identificar o quanto seus sentimentos influenciam nas suas ações e como você reage em determinadas situações.

8. Comece seu texto com a reflexão “Se… então…”

Mais uma forma de começar uma reflexão, mas dessa vez o objetivo é te ajudar a identificar os seus gatilhos emocionais; as situações que te levam a ter certas atitudes.

Da mesma forma, crie a sua frase inicial contendo “Se… então…”. Por exemplo, “se estou ansiosa, como uma barra de chocolate sozinha” ou “se estou deprimida, durmo 12 horas seguidas”. Em seguida, continue escrevendo o que vier, até ficar satisfeito.

Todos, sem exceção, precisamos exercitar o autoconhecimento. Segundo Yuval Harari, no seu livro 21 lições para o século 21, em uma realidade hiperconectada na qual algoritmos nos conhecem melhor que a nós mesmos, se conhecer é uma das ferramentas mais poderosas para aprender a lidar consigo mesmo e com o mundo ao redor.

Portanto, quanto mais você souber quais são os seus gatilhos emocionais, mais chances terá de driblá-los quando enfrentar situações adversas.

9. Escreva sobre os seus problemas na terceira pessoa

Nesse exercício de escrita terapêutica, você escolherá um problema específico que está te incomodando muito e escreverá sobre ele na terceira pessoa. Ao invés de escrever “eu estou enfrentando um problema grave” você escreverá “Clodovilda está enfrentando um problema grave”.

(Video) Você já fez terapia? Veja como a escrita terapêutica pode contribuir com seu autoconhecimento

Crie uma personagem e dê a ele ou a ela um nome que não tenha nada a ver com você. Em seguida, coloque no papel toda a situação que essa personagem está enfrentando – no caso, a situação é o seu problema.

Assim como em algumas propostas anteriores, essa tem o objetivo de te ajudar a enxergar os seus problema de fora, como se fossem vividos por outra pessoa. Por isso, não tenha vergonha de parecer bobo ao escrever, apenas deixe fluir.

10. Escreva um fluxo de pensamento com o que estiver passando na sua cabeça

Por fim, mas não menos importante, está o fluxo de consciência puro. Nesse exercício, você vai marcar um tempo no relógio, pegar a caneta ou o lápis e escrever, sem parar, tudo que passar pela sua cabeça. Sem tema nem preocupação; basta sentar e escrever.

Sabe aquela voz chatinha na sua cabeça que fica te julgando o tempo todo? Desligue-a. Seja bobo. Seja simples. Seja honesto. Escreva sobre você ou sobre o que te faz bem, sobre o que você gostaria de fazer ou como gostaria de ser tratado, o que te incomoda ou o que te alegra, sobre a sua infância ou o seu futuro ou o que mais você quiser.

Apenas sente e escreva.

Esse exercício de escrita terapêutica é um dos mais indicados pelos psicólogos porque ele te ajuda a libertar pensamentos que muitas vezes estão reprimidos dentro de você. Cumprir papéis e atender expectativas podem te fazer calar algumas vozes internas – e a maneira mais segura de começar a redescobri-las é através da escrita livre.

A escrita é o caminho para o autoconhecimento

O mundo é um lugar hostil e ele não deixará de ser hostil só porque você começou a escrever alguns pensamentos. É claro que existem problemas muito maiores que estão além do nosso esforço individual. Porém, existem muitos problemas pessoais, como ansiedades e traumas, que podem ser superados através com o auxílio da escrita.

Quanto mais você escrever, mais limpará o seu caminho. Os exercícios de escrita terapêutica que indiquei te ajudarão desenvolver o autoconhecimento e a lidar com a ansiedade decorrente da quarentena.

Escolha um exercício, trabalhe nele por alguns dias, leia o que você escreveu depois de algum tempo e, se achar necessário, procure a ajuda de um psicólogo. Tenho certeza de que quanto mais você se conhecer, mais equilibrada será a sua caminhada.

Antes de ir, quero te fazer um convite. Se você gosta de escrever e quer manter a mente ocupada, assine a newsletter da Oficina de Escrita e receba os artigos do site direto no seu e-mail.

Mostre seuamor à Oficina de Escrita ❤

A Oficina de Escrita é um site no qual disponibilizo conteúdos gratuitos para quem quer aprimorar suas habilidades de escrita. Se você valoriza o meu trabalho e pode ajudar, faça uma doação espontânea, compre um livro indicado no site, adquira uma das minhas publicações autoraisou ainda entre para o Clube de Escritores.

FAQs

O que escrever no caderno de terapia? ›

Você pode anotar nesse caderno o que gostaria de ter falado mas não coube no tempo da sessão de terapia. 7. Dependendo da terapia, pode ser que tenha a indicação de exercícios para fazer em casa. Pode aproveitar seu caderno para seu autocuidado e autorreflexão a partir das atividades sugeridas pelo seu terapeuta.

Como começar a escrita terapêutica? ›

6 dicas para começar a exercitar a escrita terapêutica
  1. Tenha um caderno específico para esta atividade. ...
  2. Escreva como se estivesse conversando com uma amiga. ...
  3. Escreva sobre detalhes do cotidiano. ...
  4. Incremente a atividade com colagens. ...
  5. Crie um ambiente acolhedor para escrever. ...
  6. Não crie pressão para escrever todos os dias.
17 May 2021

O que escrever na terapia psicológica? ›

A terapia consiste em escrever livremente sobre os sentimentos, sem se preocupar com estrutura do texto, rimas ou regras gramaticais. ;O intuito é de que ela ocorra de maneira natural, sem programar o que será exposto;, explica a psicóloga Kelly Tirelli.

Quais os exercícios para ansiedade? ›

Mas, para ser efetiva, a prática de exercícios para controle de ansiedade deve ser regular.
  • Meditação. ...
  • Caminhada. ...
  • Correr. ...
  • Andar de bicicleta. ...
  • Ioga. ...
  • Exercícios de respiração. ...
  • Pratique o autocuidado. ...
  • Mindfulness.
23 Aug 2021

Qual o melhor exercício para ansiedade e depressão? ›

Para ajudar no combate à depressão, indica-se a prática de atividades físicas aeróbicas moderadas (frequência cardíaca de 60% a 80%) de três a cinco vezes por semana. Caminhadas curtas também ajudam, mas para um efeito prolongado é recomendada a atividade física regular.

Como fazer terapia escrevendo? ›

Como começar a escrever?
  1. Escreva uma carta. Uma das técnicas comuns de escrita para o controle emocional é redigir uma carta para outra pessoa ou para si mesmo. ...
  2. Descreva os seus sentimentos. ...
  3. Utilize um timer. ...
  4. Faça associações de palavra. ...
  5. Se coloque no lugar de outra pessoa. ...
  6. Faça terapia.
23 Dec 2021

Porque escrever ajuda na ansiedade? ›

Uma vantagem em escrever sobre emoções positivas é lidar com a raiz do estresse e da ansiedade. Ao contrário de várias outras estratégias de melhoria do bem-estar mental, essa tarefa não precisa de treino ou terapia. As pessoas podem fazer isso quando e onde for melhor para elas — e é gratuito.

Como fazer uma terapia sozinho? ›

7 formas de praticar a autoterapia e diminuir a ansiedade
  1. Medite. A meditação pode ser uma valiosa ferramenta na luta contra a ansiedade. ...
  2. Pratique atividades físicas. ...
  3. Tenha contato com atividades artísticas. ...
  4. Ria. ...
  5. Escreva um diário. ...
  6. Automassagem. ...
  7. Alimente-se corretamente.
29 May 2018

Quais são as técnicas terapêuticas? ›

Quais são as técnicas mais utilizadas pelo terapeuta cognitivo-comportamental?
  1. Psicoeducação. ...
  2. Registro de pensamentos disfuncionais. ...
  3. Questionamento socrático. ...
  4. Técnicas de exposição. ...
  5. Dessensibilização sistemática. ...
  6. Técnicas de relaxamento. ...
  7. Técnicas de habilidades sociais. ...
  8. Enfrentamento do estresse.
28 May 2019

O que falar na primeira sessão terapia? ›

Nesse momento inicial, o profissional e o paciente devem se conhecer. Será uma conversa leve, em que o psicólogo pergunta informações básicas sobre a vida do paciente: quem ele é, o que faz, com o que trabalha etc. Além disso, também questionará sobre as razões que o levaram até à terapia.

Como escrever para desabafar? ›

Como desabafar escrevendo

Dê a si mesmo um tempo para ficar livre das rédeas e das interrupções e comece a escrever sem parar até sentir que um pouco daquela tensão está se dissipando. Ao se expressar por escrito, você pode inclusive pensar com mais clareza sobre os grandes problemas que você está enfrentando.

O que os psicólogos anotam no caderno? ›

No caso das anotações realizadas durante a sessão, elas servem para: Ajudar os Psicólogos a solidificar as memórias de detalhes importantes; Lembrar de temas aos quais deseja retornar posteriormente para não interrompê-lo no momento e; Como está o progresso da terapia.

Como fazer um caderno de pensamentos? ›

O que você deseja da vida? Qual o sentimento você gostaria de externalizar e deixar fluir? Quais os pensamentos rondam essa cabecinha e você gostaria de dividir com as pessoas,(ou apenas com seus cadernos)? Já pensou o quanto desejos, sentimentos, ideias, palavras aprisionadas podem ser indigestas e causar mal estar?

O que é escrita curativa? ›

A escritura curativa é a tomada de consciência do seu texto como um corpo. Cada um possui sua singularidade, sua marca. Analisar isso é um processo de autoconhecimento. Geruza Zelnys fala ainda sobre a importância desse encontro com o lugar do trauma sob um outro aspecto, enxergando-o como uma potência criativa.

São exercícios para aliviar o stress? ›

Como aliviar o estresse? Veja 4 exercícios físicos que podem te ajudar
  1. 1 – Alongamentos. Um dos primeiros sintomas físicos do estresse é a sensação de tensão generalizada pelo corpo, acompanhada de dores musculares especialmente nos ombros, costas e pernas. ...
  2. 2 – Caminhada. ...
  3. 3 – Dança. ...
  4. 4 – Tai chi chuan.
18 Aug 2016

Como reduzir a ansiedade no dia a dia? ›

O que fazer para controlar a Ansiedade: 10 Dicas para diminuir as crises e controlar os pensamentos negativos
  1. Aprenda a meditar. ...
  2. Pratique exercícios físicos. ...
  3. Treine sua respiração. ...
  4. Distraia-se quando preciso. ...
  5. Invista na socialização. ...
  6. Revise sua rotina. ...
  7. Controle seus pensamentos. ...
  8. Priorize seu sono.

Qual o nome do médico que cuida de ansiedade? ›

Geralmente, o médico psiquiatra é o profissional mais indicado para fazer o diagnóstico do transtorno de ansiedade. “Estamos falando de uma patologia que exige o uso de medicamentos ou psicoterapia”, explica o dr. Vieira Filho.

Tem como fazer terapia por mensagem? ›

Aplicativo oferece atendimento via conversas por texto. Veja como funciona. Aprovado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), o Lüzz foi criado como uma plataforma na qual o cliente dialoga com um psicólogo por mensagens e, eventualmente, chamadas de vídeo.

Qual o melhor dia da semana para fazer terapia? ›

É comum observarmos vários pacientes com dificuldade para encaixar as suas atividades com uma janela de horário para cuidar da saúde mental. Por conta disso, o sábado e o domingo aparecem como opções viáveis para aqueles que possuem um dia a dia corrido.

Como se expressar escrevendo? ›

5 – Se Expresse Com Clareza e Objetividade

Porém, isso não se aplica quando o destinatário da mensagem é o seu chefe ou um colega de trabalho. Então, busque sempre se expressar de forma clara e objetiva, claro, sendo muito educado, mas sem fazer rodeios.

O que Écrise de ansiedade? ›

A crise de ansiedade acontece quando a angústia e nervosismo se tornam inadministráveis, resultando em um intenso desconforto emocional. Ela normalmente possui um gatilho específico, mas também pode acontecer de repente. A pessoa em crise acredita que algo muito ruim está acontecendo ou está prestes a acontecer.

Como anotar os pensamentos? ›

Como fazer o registro de pensamentos disfuncionais
  1. 1ª coluna: anotar sempre o dia que a situação ocorreu;
  2. 2ª coluna: descrever situação causadora de desconforto. ...
  3. 3ª coluna: especifique as emoções, sentimentos ou sensações (ex.: raiva, medo, tristeza, irritação, taquicardia, falta de ar, suor repentino…)

Quando procurar um psiquiatra ansiedade? ›

Dores musculares, enxaquecas e problemas gastrointestinais podem ter causas psicossomáticas. Depressão e outras questões mentais costumam enfraquecer o sistema imunológico. Por isso, ao observar dores que não passam e gripes e resfriados constantes, vale a pena procurar um psiquiatra.

Como melhorar o lado emocional? ›

Então confira abaixo!
  1. Tenha uma rotina saudável. ...
  2. Pratique atividades físicas. ...
  3. Reserve um tempo para o lazer. ...
  4. Conheça a si mesmo. ...
  5. Organize o seu tempo. ...
  6. Valorize as noites de sono. ...
  7. Faça uma pausa nas redes sociais. ...
  8. Não tenha medo de procurar ajuda.
27 Aug 2021

O que são atividades terapêuticas? ›

Essas práticas que proporcionam um momento de relaxamento, concentração e inspiração são chamadas de atividades terapêuticas. Elas ajudam a nos conectar com os processos mentais e podem funcionar como uma "válvula de escape" para o estresse do dia a dia.

Quais são as principais abordagens terapêuticas? ›

Conheça agora um pouco mais sobre as principais abordagens da Psicologia!
  • Psicanálise. Essa escola, considerada a primeira da psicoterapia, teve Sigmund Freud como o grande precursor. ...
  • Behaviorismo. ...
  • Terapia cognitivo-comportamental. ...
  • Psicologia humanista. ...
  • Fenomenologia. ...
  • Análise Junguiana.
30 Jul 2019

O que são práticas terapêuticas? ›

O termo práticas terapêuticas foi adotado para denominar as atitudes postas em prática com o intuito de recuperar a saúde, ou obter o alívio de algum distúrbio de saúde.

O que não falar para um psicólogo? ›

Isso inclui conversas confidenciais sobre outros pacientes que seu Psicólogo atende, conversas românticas (ou atividades) entre si e demonstração de insensibilidade à cultura, sexo, raça, gênero ou identidade. As emoções violentas também devem ser evitadas.

Quais perguntas são feitas na terapia? ›

8 perguntas poderosas para serem usadas em um processo...
  • Continue lendo para ter acesso a um conhecimento simples e mesmo tempo sensacional.
  • O que você quer desse processo terapêutico?
  • Qual objetivo você quer atingir?
  • Como vai saber que atingiu essa mudança? O que vai ver, escutar e sentir? (
19 May 2022

O que falar na terapia quando não tem assunto? ›

Uma das maneiras mais fáceis de ajudar a superar seu medo ou incapacidade de falar na terapia é escrever algumas coisas que são importantes para falar antes da sessão. Anote em um pedaço de papel, ou mantenha um “diário de terapia” dos tópicos ou áreas de sua vida que você deseja falar.

Como se desabafar sozinha? ›

Então, expressar por escrito o que você está sentindo é uma ótima maneira de desabafar sozinho. Para isso, você pode documentar suas emoções, usando tanto papel e caneta quanto um recurso digital. Dessa forma, será possível reduzir o estresse e o trauma emocional, além de equilibrar seus sentimentos no trabalho.

Como desabafar por mensagem? ›

Frases de Desabafo para expressar sentimentos

Não há no mundo, tristeza maior que essa. Sim, eu sei o que é tristeza e decepção por isso me tornei mais forte e hoje vivo com muita emoção. A tristeza e a decepção me ensinaram a deixar de elevar as expectativas em relação às pessoas.

Como desabafar com você mesmo? ›

Escrever para estruturar pensamentos: um dos processos de desabafar sozinho mais eficazes é a escrita. Faça o exercício em casa. Pegue uma folha de papel e comece a escrever sobre os dilemas da própria vida, sobre os acontecimentos marcantes de anos atrás.

O que os Psicólogos não contam? ›

O psicólogo, pelas próprias regras da profissão, guardará sigilo do que vocês conversarem, e certamente não irá contar para sua família informações, a não ser que você deseje que ele entre em contato com eles para isso por algum motivo. A exceção para isso está em casos de perigo de suicídio.

Quando o paciente chora na terapia? ›

Não existe uma técnica ou livro que aborde o “chorar terapêutico”, nem é algo que possa ser forçado. Irá acontecer. Aproximadamente 72% dos psicoterapeutas admite ter chorado em alguma sessão (Blume-Marcovici, Stolberg, & Khademi, 2013). É perfeitamente normal e mais comum do que imaginamos.

Pode abraçar o psicólogo? ›

Há coisas que palavras não podem expressar, e o sentimento de abraçar e ser abraçado é uma delas. Então sim, você pode abraçar o seu Psicólogo se tanto você quanto ele estiverem confortáveis para isso. No entanto, é bom saber que o vínculo de vocês provavelmente não vai evoluir para uma amizade.

Como começar a escrever o que sente? ›

O que fazer antes de começar a escrever?
  1. Crie um ambiente propício. Cada pessoa tem um estilo de escrita diferente e um tipo de ambiente ideal para a escrita. ...
  2. Prepare playlists inspiradoras. ...
  3. Pense no objetivo do texto. ...
  4. Pesquise boas referências sobre o assunto. ...
  5. Não deixe de fazer brainstorming. ...
  6. Monte a estrutura do seu texto.
4 Nov 2020

Como fazer um caderno de recordações passo a passo? ›

Você só precisa de um caderno e de coisas para preenchê-lo. Podem ser fotos, bilhetes, recortes de papel ou o que mais você preferir. O miolo do caderno não importa, nesse caso eu usei um miolo liso pois era um caderno que eu já tinha em casa sem uso.

Quem criou a escrita terapêutica? ›

Como surgiu a escrita terapêutica? Um dos estudiosos da escrita terapêutica foi o psicólogo James W. Pennebaker. No final dos anos 80, em seu estudo, orientou um grupo experimental a escrever sobre um trauma vivido por 15 minutos, expressando sentimentos, emoções e pensamentos, indo o mais fundo possível neles.

O que é escrita espontânea exemplos? ›

A escrita espontânea diz muito sobre o processo de alfabetização e letramento. Logo nos primeiros passos da alfabetização, a criança tem maior liberdade para fazer tentativas despretensiosas, sem medo de errar. Isso possibilita a escrita espontânea, ou seja, uma escrita livre, sem finalidades específicas.

Como acalmar um ansioso por mensagem? ›

Fale de maneira empática, reafirmando o ponto de vista da outra pessoa. Quando estamos com raiva, muitas vezes nos sentimos melhor só de saber que as nossas emoções são válidas. Exercite a empatia e procure compreender os sentimentos da outra pessoa. No mínimo, diga que você entende por que ela se sente assim.

Como acalmar a ansiedade de uma pessoa? ›

Veja como ajudar da maneira certa:
  1. Deixe o otimismo de lado. ...
  2. Evite “dar um tranco” ...
  3. Escute mais. ...
  4. Demonstre preocupação de verdade. ...
  5. Distraia a pessoa com boas lembranças. ...
  6. Chame-o para dar uma caminhada. ...
  7. Não ofereça bebida. ...
  8. Elimine expectativas.

Como reduzir a ansiedade em 1 minuto? ›

É possível diminuir a ansiedade em um momento de crise com simples hábitos, como escutar uma música que gosta, controlar a respiração e a expiração, trazendo a sua mente ao presente, ficando menos no celular e, consequentemente, nas redes sociais.

Como escrever uma crise de ansiedade? ›

Entre os sintomas que apresenta um ataque de ansiedade, Cano enumera:
  1. Aumento brusco da sensação de ansiedade e medo.
  2. Taquicardia.
  3. Fortes palpitações.
  4. Aumento da temperatura corporal.
  5. Sudoração.
  6. Tremores.
  7. Sensação de irrealidade.
14 May 2017

O que não se deve dizer a uma pessoa ansiosa? ›

Segue algumas frases que não se deve falar em momentos de crise de ansiedade:
  1. Fique calmo. ...
  2. Eu também sou ansioso. ...
  3. Isso é bobagem, vai passar. ...
  4. Você consegue, enfrente esse medo. ...
  5. Beba alguma coisa para relaxar. ...
  6. Foi alguma coisa que eu fiz? ...
  7. Não pense nisso. ...
  8. Nada de ruim vai acontecer.
29 Sept 2020

O que causa uma crise de ansiedade? ›

Existem diversas causas que, sozinhas ou combinadas, podem vir a desencadear o transtorno de ansiedade, tais como: traumas, estresse, genética, doenças físicas e até mesmo a depressão. É comum o paciente alternar entre quadros de ansiedade e quadros de depressão, pois uma condição pode gerar a outra.

Como lidar com a ansiedade antes de dormir? ›

Existem algumas maneiras de não se deixar levar pela ansiedade e ter um sono tranquilo –veja abaixo como vencer esse duelo e relaxar no final do dia.
  1. Exponha a ansiedade. ...
  2. Visualize coisas boas. ...
  3. Relaxe o corpo todo. ...
  4. Aceite a incerteza. ...
  5. Escreva os problemas. ...
  6. Leia um pouco.
1 Dec 2020

Quais são os três tipos de ansiedade? ›

De acordo com Silva (2020), Freud dividiu a ansiedade em três categoria: Realista, Moral e Neurótica.

Como vencer a ansiedade com a Palavra de Deus? ›

Jesus Cristo apresenta uma alternativa para vencer a ansiedade: “buscai, pois, em primeiro lugar, o reino de Deus e a Sua justiça, e todas estas cousas vos serão acrescentadas” (v. 33). Este é um ato de fé: buscar o Seu reino e Sua justiça, e crer que as demais coisas serão acrescentadas.

O que beber para relaxar? ›

As bebidas que são calmantes naturais e que ajudam a reduzir o estresse
  • Leite quente possui cálcio, que ajuda a baixar a pressão sanguínea. ...
  • Chá de hortelã relaxa os músculos. ...
  • Suco de maracujá atua como tranquilizante. ...
  • Chá de camomila alivia dores em geral. ...
  • Masala chai descafeinado reduz os níveis de cortisol.

Como acalmar a ansiedade 5 passos? ›

Como controlar a ansiedade?
  1. 1) Respire fundo. Uma das principais maneiras de acalmar a ansiedade é por meio da respiração. ...
  2. 2) Faça exercícios físicos. ...
  3. 3) Reduza o consumo de cafeína. ...
  4. 4) Evite a procrastinação. ...
  5. 5) Procure tratamento psicológico e médico. ...
  6. Preocupação excessiva. ...
  7. Mudanças do funcionamento corporal. ...
  8. Inquietação.

O que pode piorar a ansiedade? ›

O acesso e excesso de informação cresce de forma exponencial, juntamente com os casos de ansiedade e depressão. Por isso é importante filtrar as informações que chegam até você. Ficar conectado de mais, assistir muito ao jornal ou ficar tempo demais nas redes sociais são hábitos que prejudicam a sua saúde mental.

Quem tem ansiedade tem frio? ›

Calafrios

Ter calafrios constantes pode ser sinal de transtorno de ansiedade.

O que fazer para acalmar o sistema nervoso? ›

Três dicas para acalmar alguém nervoso ou com raiva:
  1. Ouça a pessoa. Deixe-a falar sem interromper. ...
  2. Evite frases do tipo “eu falei que isso ia acontecer”, ou “a culpa é toda sua”. ...
  3. O silêncio solidário é muitas vezes um grande companheiro.
17 May 2013

Videos

1. ESCRITA TERAPÊUTICA | O que é, por que faz bem e como começar
(Carol Milters)
2. Escrita terapêutica... como começar?
(Caderno da Gabi)
3. [2021] 5 estratégias para superar a ansiedade na escrita
(Café do Escritor)
4. ¿Qué diferencia hay entre la ESCRITURA TERAPÉUTICA▶️ y la de DESAHOGO?🔥
(Remociónate)
5. 📝Escrita Terapêutica e colagem / ALÍVIO DO ESTRESSE E ANSIEDADE
(Top Arte - Faby Chueco)
6. 10 Melhores Exercícios para Vertigem Posicional | Labirintite
(Welerson Pereira Fisioterapeuta)
Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Kieth Sipes

Last Updated: 01/10/2023

Views: 6337

Rating: 4.7 / 5 (67 voted)

Reviews: 90% of readers found this page helpful

Author information

Name: Kieth Sipes

Birthday: 2001-04-14

Address: Suite 492 62479 Champlin Loop, South Catrice, MS 57271

Phone: +9663362133320

Job: District Sales Analyst

Hobby: Digital arts, Dance, Ghost hunting, Worldbuilding, Kayaking, Table tennis, 3D printing

Introduction: My name is Kieth Sipes, I am a zany, rich, courageous, powerful, faithful, jolly, excited person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.